segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

EMANOEL VIANA: MEU MUNDO VIRTUAL

EMANOEL VIANA: MEU MUNDO VIRTUAL: Emanoel Viana, nú na Biblioteca   Na verdade, o virtual precede o real, se não fosse o imaginário, o real no mundo da imaginação,...

MEU MUNDO VIRTUAL




Emanoel Viana, nú na Biblioteca
 Na verdade, o virtual precede o real, se não fosse o imaginário, o real no mundo da imaginação, não existiria o real no mundo além da imaginação.

Nos últimos tempos tenho me dedicado ao mundo real virtual ou um mundo virtual real, a web. Real porque há a concretude das palavras, das imagens, dos pensamentos. Virtual em razão de não se vê o outro, podendo existir ou não o receptor.

Fico horas diante do computador, do tablet, do iphone, dedilhando – se diz agora digitando – e externando os meus pensamentos, hora criticando, hora elogiando – se diz postando – nos sites de relacionamento ou no blog da vida.

É bom, a gente diz o que quer, ouve o que não quer, lê coisas diferentes, aumenta-se o leque de opções na vida, embora haja imbecilidades, idiotices, preconceitos, gente revoltada e complexada, mas há gente suave, humana, carinhosa, nas palavras e na imagem do perfil, ainda que não se saiba se real, se photoshopicada ou falsa. Quem sabe? Pode ser totalmente diferente da realidade, no dia-a-dia, no físico, mas o que interessa? O que é real é naquele momento em que você vê na foto de uma Eudália, uma morena grega, uma mulher que o satisfaria... isso é real, o resto é imaginário.

Um dos locais que mais frequento, é o chamado facebook, apesar dos pesares. Um site de relacionamento cheio de regras, de censuras, de bloqueios e suspensões, porém é um dos poucos a ter a diversidade cultural que a gente procura. Tem gente de toda espécie, real e imaginária.

Eu, mesmo, tenho três sites ou páginas, utilizando-os de acordo com a realidade do momento, usando da virtualidade necessária. Uso um,com meu nome, para assuntos gerais, extrapolando na intimidade, chegando a ser amoral e imoral, conforme me adverte a Iaci e Maria Fernanda e Mariene.

Emanoel Viana, no Aeroporto
Gosto do virtual real ou real virtual.

Sento na frente do computador, na minha biblioteca,sempre só, quase sempre sem roupas, nu mesmo, acompanhado apenas de meus pensamentos, de minhas frustrações, de meus desejos mais íntimos, e, quando possível, de um companheiro etílico, o uísque 12/15/18 anos ou o vinho tinto da vida. E não afasto o cálice, salvo quando o Valium substitui à altura.

Digo o que quero, quase sempre no site oficial, quando não é possível, em uma autocensura, recorro aos sites imaginários, com foto, perfil, telefone e tudo.. aí digo o que quero, o face que me suspenda, pouco estou ligando, desabafo... é bom...

O facebook é local de se ler, todo mundo fala, ninguém lê, no máximo se curte, comentários e compartilhamentos só vejo quando tem foto de homem sarado, pessoas desaparecidas, animais maltratados ou coisas de religião. A gente coloca leis em defesa do cidadão, ninguém agradece ou compartilha.

É local de se colocar fotos dos eventos que a gente comparece, em uma promoção pessoal, de dizer: estou vivo, sou importante, estive com fulano, estive no lugar.... e por aí; tem gente que coloca fotos eróticas, sugestivas, pornôs (? – tem vergonha..)sensuais, ou com escopo de conseguir alguma coisa, ou de suprir a deficiência caseira/social/profissional em que os familiares/amigos/colegas não reconhecem o potencial da pessoa.

Tem gente bonita, dá vontade de sugerir um sexo casual,sem  compromissos, mas o fato de estar com nome real, há a inibição, há o freio social, e tem gente que não acredita que Velho tenha desejos, que casado não possa ter relacionamento, que gente importante/desimportante não possa se relacionar com mulheres importantes/desimportantes... preconceitos, normas, regras sociais... normalíssimas ...
Emanoel Viana e o filho Louro José, em casa no Quintas do Calhau

Fico por aqui, noite de Natal, tenho que descer – minha biblioteca é no anexo de minha casa, 2 andar – e hoje minha mulher recebe alguns familiares para a Ceia de Natal. Enquanto não sou chamado, fico no face, curtindo os amigos virtuais, no meu mundo virtual.

Seria o mundo virtual um submundo do mundo real?

Ou o mundo real não passa de uma variação concreta do mundo virtual?

domingo, 23 de dezembro de 2012

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

CAIXA ECONOMICA FEDERAL E O CRIME CONTRA IDOSO


                                    DR. EMANOEL VIANA

                                                           ADVOGADO
      Alameda Tutóia, 1 – Anexo 1 – Quintas do Calhau
               CEP 65.072.029 – São Luis – Maranhão
                                                 OAB/MA 3.444
                                      floresmar@zipmail.com.br
                            Fones: (098) 3221.3899 – (098) 9119-0139
Ilmo. Sr.
Presidente da Caixa Economica Federal S.A
SQS, Qd.4, Ltsd. 3 e 4. Ed. Sede
21º andar
CEP 70.092-900
BRASILIA (DF)







Prezado Senhor,





                           LOTERIA/ATENDIMENTO IDOSO/CRIME – Sirvo-me da presente para informar a V. Sa., fato acontecido aqui, em São Luís do Maranhão, no dia 01 de dezembro de 2012, em uma Loteria, credenciada pela Caixa Economica Federal.

                           É comum, normalmente nas sextas feiras, comparecer a Loteria localizada no prédio do Supermercado Maciel, na Avenida dos Holandeses, próximo ao Shopping do Automóvel, no Loteamento Quintas do Calhau, em São Luís do Maranhão e gastar cerca de 200 e 300 reais com loterias, seja com a mega sena, seja com a quina ou comprando bilhete de loteria federal.


                           Há um caixa, exclusivo para idoso, embora a Lei diga que todos os caixas devem dar prioridade ao atendimento ao Idoso, ao Deficiente, à Gestante e a Mãe com criança até 2 anos. Pois bem, o caixa apesar de me conhecer, DESOBEDECEU A LEI, atendendo uma outra pessoa, na minha frente, embora alertado por mim que estava desobedecendo a determinação legal. “O Senhor vai atender, antes de mim?”... “Se acalme, é só uns minutos, depois eu lhe atendo”... o cidadão, imbecil na minha frente, me encarou e só não me bateu em virtude de haver saindo do recinto.


                           Ora, é coisa pequena, pode pensar V. Sa., mas não é, primeiro que abre um precedente, de agora por diante, esta Loteria, autorizada pela Caixa, vai atender quem quiser, antes do Idoso, mandando-o esperar um instantinho. Depois, fica a Caixa sem receita, pois não faço mais jogos lá e estou divulgando a todos os meus amigos que não façam, até o DESCREDENCIAMENTO  da Loteria em tela ou UMA PUNIÇÃO COMO PAGAMENTO DE MULTA E CHAMAR A ATENÇÃO DO PROPRIETÁRIO PARA que obedeça a Lei do Idoso. O caso pode ser levado à Justiça, à Delegacia do Idoso, à Promotoria do Idoso, à Comissão do Idoso na OAB/MA, às Comissões do Idoso da Assembléia Legislativa e da Câmara Municipal de São Luís, bem como à Comissão Estadual do Idoso e Municipal do Idoso, sem contar com os meios de comunicação.


                           Estou postando esta carta no meu BLOG, ato tempo em que solicito providências enérgicas sobre o assunto, fiquei abalado com o fato de não ter podido fazer meus jogos e ter sido preterido nos meus direitos de Idoso, atenciosamente


                           São Luís, 04 de dezembro de 2012
                          
                           Dr. Emanoel Viana
                           OAB/MA 3.444
                           DRT/PI 334


sábado, 1 de dezembro de 2012

BANCO DO BRASIL E FELIPÃO









Fui bancário durante 8 anos, fui aprovado no BB mas resolvi assumir no BNB pois era para a Capital. Meu Irmão, Melquisedeque, trabalhou mais de 20 anos no BB, portanto posso falar sobre o assunto.

Um tal de Felipão, um técnico de futebol medíocre que rebaixou o clube Palmeiras de São Paulo da primeira para a segunda divisão, foi chamado pelo cidadão que furtou uma taça, hoje presidente da CBF, para ser o técnico da seleção brasileira. Ou seja, o Brasil vai perder em casa, talvez não chegue, sequer, nas quartas de final. 

Aguardem.

No dia da "posse", o dito cujo Felipão disse que os jogadores tem que trabalhar pois do contrário devem ir trabalhar no BB. Certo, alguns funcionários do BB são burocráticos, chatos, preguiçosos, vivem de relógio e ainda se julgam importantes.

Tem exceções, a minha gerente Mônica é nota dez.

Mas, voltemos ao assunto. Dito a besteira, todo mundo comentou. Aí, vem o Sindicato dos Bancários do Maranhão, hoje, no Jornal Pequeno, publica nota de repúdio.

Nota de Repúdio?

Quanto custou ao Sindicato?

Felipão sabe ler?
O Jornal Pequeno só circula em São Luís e mal, em alguns bairros.

Na net ou web é atrasado, só mostra as manchetes e tem mais propaganda que noticias. Ninguém consegue ler, e quando consegue não tem o que ler pela poluição visual. Uma merda de site.


E o Felipão sabe ler?

Quem vai dizer a ele que no Maranhão, em São Luis, foi publicada uma nota de repúdio?

...vai trabalhar, Sindicato...

RUMINANDO...



Ruminar é uma expressão, literalmente, errada pois se trata de alimentos ingeridos por animais, especialmente bovinos, equinos. O exemplo melhor é o Camelo quando come, o alimento é mastigado, desce para o estômago (animal é estômago?) e volta para a boca e mastiga novamente ...

No popular se diz bater na mesma tecla, repetir, pensar..

Falava de gang/quadrilha/partido e vejo no jornal notícia sobre uma Instituição séria no País, o Judiciário. 

Quem não é sério é um ou outro integrante.

Pois bem, há noticia que os magistrados Jamil Gedeon Neto, Guerreiro Junior e Cleones Cunha irão a Portugal receber o diploma de Excelencia Juridica Internacional pela Associação de Juristas da America do sul, Europa e Africa no 10 encontro Internacional de juristas, em Lisboa, 15 a 18 de janeiro de 2013.

De terça a sexta.

Parabéns.


Agora, me diga: que Associação é esta que nunca ouvir falar?
Quem foi agraciado foi a pessoa do Magistrado ou o Tribunal de Justiça do Maranhão?

Se foi o Tribunal quem deveria ir era o Presidente e o Vice, só. Corregedor é para assuntos internos. E Jamil já foi Presidente.

Se é o Magistrado, pelas "brilhantes idéias" que as não conheço, deve pedir licença ao Pleno, pagar suas passagens de ida e volta, sua hospedagem do próprio bolso, sem reembolso ou diária. E não pode levar suas companheiras.


Vou esperar no portal transparência o custo disso para o meu bolso... hoje, se mistura tudo, o particular com o público e quem paga a conta somos nós.

GANG, QUADRILHA OU PARTIDO?





Em um País em que um analfabeto, torneiro mecânico se torna Presidente da Nação, furta e deixa furtar, roubar, fazer todos os atos imorais e criminosos com a aquiescência da maioria e dos chamados Poderes constituídos, sem contar com as homenagens de títulos e mais titulos, doutor honoris causa (de quê?) de todo o mundo interno e externo, aqui pelas benesses com o dinheiro público anistiando ou doando ou emprestando dinheiro do país, não há o que se admirar com outros mesmos acontecimentos.

A atual presidente nunca exerceu um cargo eletivo, nunca foi eleita para nada, sem como líder dos sequestradores ou líder de grupo de pregar papel "subversivo" nas paredes, por obra e graça do torneiro mecânico e a ignorância do povo brasileiro.

Até que está dando certo, em alguns aspectos.

Agora, a chamada Corte Suprema está condenando alguns envolvidos em furtos, desvios, etc... do dinheiro público. Espetáculo circense, ninguém irá para a cadeia. O chefe maior, o Luis Inácio Lula da Silva, o tal torneiro mecânico, sequer foi citado. Era o presidente e disse que não sabia de nada. 

No mínimo, foi omisso e incompetente.

Mas, deixa para lá.

Hoje, abro o jornal local, de São Luís do Maranhão e encontro a noticia que houve "eleição" em uma outra gang ou quadrilha ou partido, chefiado pelo jornaleiro Lupi, demitido por corrupção do governo Dilma, presidente do PDT.
Um código penal ambulante, segundo o jornalista Djalma Rodrigues que diz em seu programa de rádio na Capital, o - imagine - deputado federal Weverton Rocha foi eleito presidente do PDT Municipal. Está explicado porque o Jackson, Neiva e João Francisco morreram, não queriam ver a virada do partido em gang e quadrilha.


O Prefeito Edivaldo Holanda Junior teve apoio do PDT, ficou de licença para a assunção do Weverton Rocha e deve utilizar, em seus quadros de assessores, gente da gang/quadrilha/partido. Vamos aguardar... a renovação... com as benções de Deus e de Flávio Dino.